Uma boa foto

O que é necessário para a produção de uma fotografia de qualidade?
Texto e fotos: Marcia Costa
     Para se fazer uma boa foto é necessário  um equipamento de ponta? Máquina e acessórios de alta qualidade? Se você possui, ótimo. Mas o fundamental  é a associação de técnica, sensibilidade, um bom olhar fotográfico e atenção na hora de fotografar.
    
    É muito importante conhecer o equipamento que você possui. Saber utilizar todos os recursos que ele disponibiliza, conhecer todos os ícones do menu e dial para utilizá-los no momento certo.
Saber utilizar o  Iso, fazer a  exposição correta,  sincronizar abertura de diafragma com a velocidade de obturador,  aliados a um olhar sensível, fará com que você produza fotos de melhor qualidade.
     
    Um cuidado com o enquadramento, o ângulo que você se encontra, fundo da imagem para que este não sobressaia mais que o assunto principal e uma boa  composição, incluindo ou eliminando elementos na imagem ajudará no resultado final.
Veja as fotos a seguir:
Fundo da imagem está tirando o destaque do assunto principal
A mudança de enquandramento, excluindo o fundo ‘poluído’
melhorou a foto.
     Na hora de clicar preste atenção não só na parte técnica ou  nos recursos que você está utilizando, mas também no que há em volta ou próximo do assunto que você está registrando, para avaliar o que  é importante fazer parte do enquadramento ou não. Para  que nada venha interferir  ou atrapalhar sua foto.  Tenha critérios, ousadia, escolha um tema, um assunto principal. Não deixe sua fotografia ser um monte de coisas juntas onde não dá para perceber o que você quer retratar. Como dizia  Cartier-Bresson “Fotografar é colocar na mesma linha de mira a cabeça, o olho e o coração.”
Outro exemplo: Como a mudança do enquadramento destaca o assunto principal da imagem.

Início de tudo

Curso Grande Angular
Foto: Nana Tavares
Meu nome é Marcia Costa, sou fotógrafa há 16 anos, pós-graduada em Artes Visuais, e com extensa experiência em fotografia social, foto jornalismo e estúdio. Em 2007, dei meu primeiro curso de férias na Universidade Estácio de Sá sobre Fotografia Profissional e Digital. Estes cursos, porém, não davam direito à prática, frustrando a expectativa da turma, ansiosa para colocar a “mão na massa”.
Um grande número de ex-alunos, então, pediu para que eu organizasse saídas fotográficas. Realizei, atendendo a esta demanda, três workshops: em setembro de 2008, Fotografia da Natureza; em novembro do mesmo ano, Técnicas Fotográficas; e em abril de 2009, Fundamentos da Boa Fotografia.
A procura foi grande para estes workshops. Identifiquei, então, que as pessoas estavam procurando mais do que somente uma aula. A demanda era por um curso, algo mais aprofundado, porém, diferente dos outros: 100% prático. O formato do curso foi definido perguntando aos meus alunos o que eles realmente buscavam: menos teoria e mais prática.
Finalmente, em março de 2010 começaram as aulas da primeira turma do Curso Grande Angular. O nome do curso, associado a uma lente que faz grandes planos de imagem, surgiu da ideia de abranger um grande número de pessoas.
Alunas durante aula no Curso Básico
Hoje, o Grande Angular já está na sua 7ª turma. O curso possui aulas de Básico e Avançado em fotografia, Photoshop e Estúdio, além de e workshops em diversas áreas da fotografia.
Curso de Estúdio Básico
Os locais das aulas são sempre alguns dos mais belos cartões-postais do Rio de Janeiro, como o Parque Laje, o Jardim Botânico, o Forte de Copacabana e a Praia Vermelha. Lugares, inclusive, que possuem a segurança necessária para a utilização dos equipamentos.
Outro diferencial é o custo das mensalidades. O valor de investimento é acessível, disposto a alcançar todos os públicos que amem fotografia e que desejem aprender esta arte.
Saiba mais sobre o Grande Angular através do e-mail grandeangularfoto@gmail.com ou do telefone 21. 7415.7569.